LIDANDO COM O FRACASSO


- Texto para reflexão: “Porque todos tropeçamos em muitas coisas” (Tiago 3.2).

Voltando aos Jogos Olímpicos de Pequim (Beijing 2008), assistimos nesses últimos dias decisões em várias modalidades esportivas ali disputadas. A busca por uma medalha, o estabelecimento de um novo recorde, a competição cada vez mais difícil entre uma eliminatória e outra, tudo vem trazendo emoção e expectativas em centenas de atletas e milhões de torcedores ao redor do mundo.
Se por um lado vemos cenas de alegria e júbilo dos atletas que conquistam suas vitórias, celebrando-as intensamente e vibrando com murros no ar, sorrisos, abraços e lágrimas incontidas ante ao êxtase (como o nadador brasileiro César Cielo), vimos também lágrimas de dor, de choro, de tristeza, de revolta, de frustração e de sentimento de fracasso.
São rastros que vão ficando para trás, mas que deixam marcas na vida de muitos atletas que viram seu sonho, seus esforços, dedicação, preparação, determinação e perseverança sendo colocados à prova, e muitas vezes transformados em derrotas ante seus adversários.
Não podemos esquecer o pedido de desculpas de nosso ginasta Diego Hypólito por não ter conseguido o pódio esperado, ante uma queda inesperada. As lágrimas de Jade ou de Daniela dos Santos. Além de muitos anônimos nacionais ou estrangeiros. Ou mesmo de estrelas de primeira grandeza como o astro chinês Liu Xiang, corredor dos 110 m com barreiras, e que, ante uma contusão, abandonou na largada a corrida, e fez a China chorar.
Certamente não é nada fácil lidar com nossos fracassos. Lidar com nossa glória é mais leve, embora não menos perigoso. Mas, lidar com nossos fracassos, realmente não é nada fácil.
Isso porque todos queremos o sucesso. “Sucesso é mover-se de um fracasso para outro sem perder o entusiasmo”. Winston Churchill.
É sob essa ótica que gostaria de fazer algumas considerações que nos ajudarão a lidar com os nossos fracassos:

I – TODOS ESTAMOS EXPOSTOS AO FRACASSO.
As circunstancias poderão ser as mais variadas possíveis, mas todos estamos expostos ao fracasso. E quem não tem medo de enfrentar o fracasso? No trabalho, na vida profissional, nos relacionamentos?
Quem poderia imaginar a cena vivida essa semana pela atleta brasileira de salto com vara para mulheres (Fabiana Murer) que após anos de preparação e expectativas vê seu sonho transformar-se em pesadelo, decepção e frustração, ante o sumiço de uma das varas preparadas por ela para a competição? Estresse, nervosismo, desconcentração e choro marcaram seu fracasso.
A verdade é que ele pode vir travestido em diversas e variadas situações e circunstancias, mas estamos sempre expostos a ele.
Às vezes nem mesmo o nosso melhor é suficiente para nos livrar do fracasso. O próprio medo do fracasso nos expõe a ele. E esse medo se torna inibidor de talentos.
Quantas pessoas em vez de tentar alguma coisa nova, preferem a mediocridade ante a oportunidade? Quantos cristãos em vez de aceitar o convite para fazer diferença no mundo, optam pela omissão e o silêncio para não se arriscarem?

II – APRENDA A LIDAR COM O FRACASSO.
Lembro-me de meu primeiro trabalho na Faculdade. Era um trabalho sobre a História de Israel. Acostumado com o sucesso dos quadros de medalhas na minha escola, preparei um trabalho impecável sobre o tema proposto. Só esqueci de ser original e autentico. Ele foi “amavelmente” explodido pelo professor. Senti-me um fracasso.
Depois de uma longa conversa com o professor, ele sorriu paternalmente e disse: “Pelo menos você nunca vai esquecer seu primeiro trabalho de História”.
A verdade é que todos erramos. O fracasso não se trata de uma questão pessoal. Você não é o próprio fracasso. O fracasso é uma circunstancia, nunca uma característica pessoal. Pense a respeito dessas palavras.
“Obstáculos são ingredientes indispensáveis a uma vida bem-sucedida. Cada problema é uma oportunidade para um sério e maduro confronto. Desperdiçar essa oportunidade é comprometer seu próprio futuro”. Og Mandino
No momento em que começar a interpretar o fracasso corretamente, você dará seu primeiro e gigantesco passo em direção à maturidade.

III – COMPREENDA: É PRECISO FAZER UMA LEITURA DA VIDA LEVANDO SEMPRE DEUS EM CONTA.
É por isso que você precisa começar a aprender a enxergar o fracasso a partir do ponto de vista de Deus. Isso porque o medo do fracasso não vem de Deus. Aliás, o fracasso faz parte da vida. Ele costuma ser um dos ingredientes mais importantes na receita do sucesso, e o preço que se paga pelo crescimento pessoal.
Você pode fracassar! “Porque todos tropeçamos em muitas coisas.” (Tg 3:2).
Todos tropeçamos e falhamos. Não só em uma ou outra coisa, mas, de muitas maneiras. Isso faz parte do processo de crescimento pessoal.
Deus costuma realizar grandes coisas em nossas vidas a partir dos nossos fracassos. Pergunte-se: “O que Deus deseja me ensinar?” Aquilo que acontece em você é mais importante do que aquilo que acontece com você. Podemos crescer com o fracasso quando adquirimos experiência na arte de vencê-lo.
Concluindo:

Creia: Com Deus, você pode vencer o fracasso.
Provérbios 24:16 afirma: “... ainda que o justo caia sete vezes, tornará a erguer-se...”. A Bíblia nos ensina que as pessoas íntegras são aquelas que vivem na dependência total de Deus. Quando caímos, podemos nos levantar com a ajuda de Deus. Se a queda se repetir, Ele está ali, pronto para nos ajudar. E Ele nunca falha!
O problema não é termos falhado, mas que não falhamos o suficiente. Tentamos ainda uma vida autônoma, auto-suficiente, cheia de orgulho.
O que queremos provar? Quem você está querendo impressionar?
Alivie a pressão. Ele estará com você através de tudo: vitórias e fracassos; dias brilhantes ou de tristeza. Ele o guiará, ensinará e irá com você.
Em Cristo......

_______________________
Pr. Hilder C Stutz - IP Alphaville.

Comentários

Postagens mais visitadas